Inteligência Financeira

Como se começa a desenhar uma bola?… Em algum ponto é claro, mas antes ou depois de se desenhar uma bola não temos idéia de onde ela começa, e assim é em relação à questão financeira das pessoas.

Em um determinado momento ela percebe que está em apuros, que está no “sufoco”, não tem crédito, o dinheiro do salário não consegue chegar no fim do mês, pessoas cobrando, enfim uma catástrofe financeira se fez, e não sabemos se foi no início da vida, se foi no meio ou se foi somente agora que houve falha em cuidar do dinheiro, mas na verdade trata-se de educação, isto mesmo, pois nós brasileiros não recebemos educação financeira nas escolas, falam de economia, mas de uma forma acadêmica e não de vida, o que se aplica na escola sobre gestão financeira é técnica para cuidar de empresas que tem caixa, ou seja: não nos ensinam a guardar dinheiro, investir, gastar com inteligência.

E tudo isto vira uma bola de neve, pois vai arrastando tudo que tem pela frente, inclusive desfazendo lares que antes eram harmoniosos acabam por sucumbirem.

Como estamos falando de números temos que encarar isto como uma conta matemática, dizem que o melhor salário é aquele que a gente gasta menos do que ganha, e o pior salário é aquele que a gente gasta mais do que se ganha, então não vamos falar em números absolutos, mas vamos falar em percentuais. Não importa o quanto você ganha, o importante é saber gastar menos do que se ganha, para isto basta criar uma cultura de economia inteligente, primeiro deve-se saber as prioridades de cada família, mas é básico que todos precisam se alimentar, morar, estudar, lazer, como diz a musica dos titãs: a vida não é só comida, a vida é diversão e arte.

Despesas básicas geralmente consomem 55% do que se ganha.

Educação são necessários 10% do salário para acompanhar a media.

Lazer outros 10%, não adianta economizar neste quesito, pois com o tempo a mente e corpo não agüentam a pressão e acabam por não produzirem nada, e depois o prejuízo será maior.

10% será destinado aos investimentos a longo prazo, compra de caminhão, casa própria, terreno, etc.

Segurança, isto é muito importante, ter segurança nos faz ter melhor auto-estima, e por conseqüente ganho de produtividade, reserve 10%.

Temos que ter acesso as coisas boas da vida, mas para isto temos que manter a porta aberta, e é dando que se recebe, separe 5% para doação.

Doação pode ser para uma instituição séria, uma família que você conhece e que mereça seu cuidado, pode ser para uma igreja, desde que você saiba o destino desta verba, ou como melhor lhe convier, mas precisa deixar esta porta aberta.

Já ouvi as pessoas falarem para economizar ao Maximo que puder, tudo bem, mas como… Já ouvi dizerem para aproveitar bem a vida, pois todos iremos morrer um dia, mas como aproveitar sem ter dinheiro, como economizar aproveitando a vida… siga estes passos que com certeza dará certo, pois Napoleon Hill em meados de 1.920 fez um estudo e colocou no livro a lei do triunfo, para isto ele entrevistou 16.500 pessoas bem sucedidas, e, lendo este livro fiz este resumo, aproveite, só dará certo se fizer.

Um abraço,

Carlos Serpeloni.

Compartilhe com os amigos: